Artigos

Os Clientes são o Principal Ativo de Valor das Empresas, Mas quem é o Responsável por essa Gestão?

Atualmente, na maioria das companhias, não há ninguém realmente de olho no dilema acima porque “todo mundo está de olho”, não é verdade? E sabe por que isso acontece?  Para entender, acompanhe o raciocínio a seguir, detectado durante a fase de pesquisas para o livro “Feitas para o Cliente: As Verdadeiras Lições das Empresas Feitas para […]

Saiba Mais →

Conhecimento: Essência Fundamental de Competitividade das Empresas

“Intangibilize-se ou morra”. A frase é do jornalista e futurólogo americano Alvin Toffler, autor de Riqueza Revolucionária. Para ele, não é possível afirmar se estamos lidando bem ou mal com os elementos intangíveis, ou se as empresas estão os protegendo ou não. Mas fato é que nunca antes houve algo parecido na história do capitalismo. […]

Saiba Mais →

Confiança: Um Fator Decisivo para a Maximização da Performance nas Empresas

“A moeda da convivência democrática é a confiança. Sem ela, tudo fica mais caro” (Robert Putnam) Nos últimos tempos temos muito ouvido a palavra projetos: trabalhar por projetos, metas dos projetos, times de projeto etc. De fato, as organizações brasileiras começaram a se moldar para trabalhar desta forma. Sem dúvida nenhuma essa é uma grande […]

Saiba Mais →

Reputação Corporativa: da Governança ao Marketing

A reputação está no centro de todas as interações humanas. É o fator principal no processo das escolhas que fazemos conscientemente. É por causa dela que maridos escolhem esposas, empregadores selecionam funcionários, fiéis aderem a religiões, eleitores votam em políticos, clientes privilegiam marcas e investidores valorizam companhias. Reputação é praticamente tudo que uma empresa pode […]

Saiba Mais →

Relacionamentos Corporativos como Base Competitiva das Empresas

Os relacionamentos corporativos envolvem uma grande quantidade de “frentes”, pontos de contato e modelos de interação com os mais variados tipos de agentes econômicos (stakeholders) orbitais nos ambientes em que uma empresa opera e transaciona. Desenvolver a capacidade sistêmica de estabelecer contatos, conexões e trocas de valor recíproco com cada um desses agentes é fundamental […]

Saiba Mais →

Inovação nas Empresas: Taleb e Darwin

Inovação é um ativo intangível para lá de estratégico para qualquer empresa ou nação. A capacidade de se reinventar, encontrar um novo mercado, um novo nicho, uma nova maneira de fazer negócio, criar um produto altamente desejado, são maneiras de inovar. Maneiras de chegar a um oásis cercado de um deserto árido de mesmices. A […]

Saiba Mais →

A Gestão de Intangíveis na Prática: O Modelo IAM

Na Era do Conhecimento, os Ativos Intangíveis (Marcas, Tecnologia, Relacionamentos, Sustentabilidade, Clientes e Consumidores, Inovação, Governança Corporativa, Conhecimento, Talentos, dentre outros) representam grande parte do valor de uma empresa, a diferença entre seu valor de mercado e seu valor contábil. Mensurar e gerenciar os intangíveis é tarefa fundamental para a sobrevivência e competitividade de qualquer […]

Saiba Mais →

Melhores em Intangíveis são Melhores Empresas no Geral

Realizamos o Prêmio Intangíveis Brasil 2009 (PIB) semana passada, dia 22. Em sua 3ª. Edição, o PIB mais uma vez contemplaou as companhias que melhor gerenciaram seus ativos intangíveis nos últimos 12 meses. Para eleger as vencedoras, analisamos as 1000 maiores empresas em operação no País, à exceção de holdings e das empresas excluídas da […]

Saiba Mais →

O Valor dos Ativos, o Poder da Percepção e o Efeito Borboleta

Temos defendido a tese de que o valor dos chamados ativos intangíveis depende, eminentemente, da percepção de valor atribuída pelos stakeholders externos a estes ativos. Assim, as práticas de sustentabilidade de uma empresa só valem se as comunidades envolvidas, a sociedade e as ONGs de direito atribuírem valor a elas; o modelo de governança corporativa […]

Saiba Mais →

Desmistificando os Intangíveis: a Prova dos 9

O real valor das empresas atualmente não está mais nos balanços. Nenhum investidor razoável pode se dar ao luxo de analisar uma empresa como ativo somente tendo como seu balanço como guia. Lá, de forma transparente, estão relacionados somente os ativos tradicionais das corporações, como máquinas, estoques, volumes de vendas, edificações, performance financeira, dentre outros. […]

Saiba Mais →
Page 1 of 212»